Porquê Guiné-Bissau e não outro país em desenvolvimento? Simplesmente porque até à data ainda não surgiu essa oportunidade, a de junção de sinergias entre vários parceiros no sentido de garantir a sustentabilidade e segurança das atividades/intervenções.

Medicação

Uma parceria entre a Tabanca Pequena (ONGD), a Viver 100 Fronteiras (ONGD) e a Passo Positivo.
Como se processa?

Tabanca Pequena

  1. Recebe os pedidos das Instituições na Guiné-Bissau.
  2. Efetua Campanhas de recolha de medicamentos.
  3. Entrega os medicamentos doados à Passo Positivo.
  4. Recebe os medicamentos triados e entrega-os à Viver 100 Fronteiras.

Passo Positivo

  1. Recebe os medicamentos.
  2. Efetua a triagem, etiquetagem e assegura a identificação e respectiva “bula”.
  3. Entrega os medicamentos à Tabanca Pequena.

Viver 100 Fronteiras

  1. Recebe os medicamentos embalados.
  2. Efetua o transporte para a Guiné-Bissau.
  3. Entrega os medicamentos às Instituições destinatárias.

Apresentamos algumas fotos do projecto com entregas na Guiné-Bissau:

 

 

 

 

 

 

Centro Materno-Infantil de Elalab

Iniciou-se a colaboração num projecto de parceria para a construção de um Centro Materno-Infantil em Elalab, secção de Suzana, sector de São Domingos (Cacheu) – Guiné-Bissau. As Instituições envolvidas são:

O Centro foi inaugurado em 26 de Novembro de 2011, O ato foi presidido pelo ministro da Saúde Publica, na presença da senhora Salomea Gomes da Fundação de Solidariedade Internacional, Magda Queita representante do ENDA TIERS MONDE e das autoridades administrativas regionais de Cacheu.

No dia da inauguração a maternidade contava já com o seu primeiro bebé!

A Passo Positivo colaborou diretamente com a Tabanca Pequena na escolha e seleção do material e equipamento mais adequado para a maternidade. Efetuou este apoio com o parecer dos seus voluntários da área a Enfermagem Médico-cirúrgica e Enfermagem de Saúde Materna.

Doação de Gramáticas e Livros de Português

No âmbito deste projeto também foi possível angariar gramáticas e livros de ensino de português que foram entregues à “Andorinha em Canchungo”, cuja missão é a promoção da Língua Portuguesa e da Cultura em Língua Portuguesa através de inúmeras actividades, entre as quais o intercâmbio de escolas portuguesas e escolas no sector de Canchungo, Região de Cacheu – Guiné-Bissau – http://andorinhaemcanchungo.blogspot.com/

Doação de bens

Nomeadamente fraldas de algodão, roupas, artigos escolares, artigos de bebé e brinquedos.
Fotos das caixas de material e entrega: